Escola de Rock

13 de julho de 2020

foto: Carlos Mafort

Confira entrevista e vídeos com Tatila Krau

Por Vitor Diniz

Tatila Krau cantando com a sua fina assinatura um hit do The Cure? Sim, esse é um presente da badalada cantora de 25 anos para vocês que acompanham o Popmix, nesta data que tanto celebramos bandas que mudaram o rock . O vídeo postado no Instagram foi gravado no melhor estilo ‘”do it yourself” durante a quarentena.

A carismática artista de voz marcante já havia revisitado com muita classe a obra do lendário grupo de Robert Smith em 2017. Já em 2018 olhou com maestria para outro gigante do rock mandando ver em um inspirado cover de um dos clássicos do incrível Queen(veja abaixo). Vale muito curtir também o caprichado clipe de “Mystery”, música que ela lançou em 2014 com o projeto Look Up. Tatila Krau ganhou fama e muitos seguidores após a sua participação no programa The Voice Brasil em 2019. Nascida no Rio de Janeiro e radicada em Nova Friburgo, onde dá aulas dialogando com vários estilos musicais na sua inovadora escola Belting Music Club, ela concedeu por e-mail entrevista ao Popmix. Confira!

Tatila, qual a sua relação com a obra do Queen?

Conheci o Queen ainda bem pequena. Meu pai gostava muito e tinha o CD “Queen Greatest Hits II” (que, aliás, tenho até hoje e é a trilha sonora favorita do rádio do meu carro). O disco continha as faixas mais aclamadas da banda e eu me contagiei por aquele som único, complexo, intenso.

A voz de Freddie Mercury me impactou desde o primeiro momento que escutei. A medida em que fui conhecendo melhor o trabalho do artista, do performer e do grande talento que ele era, tornou-se uma de minha bandas favoritas e grande influenciadora do meu trabalho.

Em quais aspectos, as faixas do The Cure chamam mais a sua atenção?

As faixas do The Cure são muito autênticas. Conheci o trabalho através do meu grande amigo e parceiro na música Pedro de Paula. Ainda adolescentes, quando formamos nossa primeira banda “Nostalgia”, Pedro sempre falava no Cure, era sua banda favorita. Insistia que eu devia ouvir e conhecer melhor, pois era “fantástico”.

A música que mais gosto, desde sempre, é Just Like Heaven. Achei que continha uma energia sublime e me identifiquei de primeira. Música alegre, contente, que te faz dançar na frente do espelho. Daí surgiu a ideia do vídeo, quis passar uma atmosfera alegre e despreocupada, como se estivesse sozinha, no meu quarto, cantando para ninguém além de mim mesma. Tenho muito orgulho do resultado desse vídeo.

Foto: Keillin Almeida

 

Como foi lançar Mystery-Look Up, em 2014?

Mystery foi uma música que compus aos 17 anos. Tenho muito carinho por ela. A ideia surgiu no meu quarto, num sábado a noite, em um momento decisivo, daqueles que todo adolescente passa. Pensando a respeito do futuro  e das decisões que tomaria a respeito da música, que seria minha profissão.

Look Up foi um projeto muito querido por mim, que surgiu através da internet. Guilherme Heringer, produtor e designer, estava aprendendo a trabalhar com produção musical e pensou em fazer uns “testes” gravando alguns artistas friburguenses. Descobriu, através das redes sociais, o meu trabalho e o trabalho de Ian Fabris.

Fomos convidados para uma reunião. Não nos conhecíamos, mas a empatia foi instantânea. Nunca vi 3 pessoas se darem tão bem em questão de minutos. Dali pra frente, foi fluindo tão naturalmente, que gravamos 2 composições (uma minha e uma do Ian). Mystery e Deixa a Chuva.

O projeto, que até então era apenas uma experiência de gravação, tomou novos rumos quando começamos a ser convidados para nos apresentar ao vivo em eventos. É uma época da qual me lembro com muito carinho, pois amávamos aquilo e fazíamos com muito carinho e cumplicidade.

Infelizmente, precisamos encerrar nossos trabalhos, pois Ian se mudou para Florianópolis e Guilherme, para Portugal. Todos continuam seus trabalhos na música e nossa amizade perdura firme e forte até hoje. Foi o início de algo muito especial para todos nós.

 

artigo publicado por popmix
tags

Lost In You

10 de julho de 2020

Por Vitor Diniz / Foto: Elza Cohen

O Leela sempre foi uma das melhores e mais criativas bandas da cena brasileira e agora eles nos brindam com a sua primeira música em inglês. “Lost In You” é uma parceria do grupo com o músico e xamã dinamarquês Kjell Sandvick. A faixa, que vai estar no próximo disco do Leela, ganhou um clipe super bem produzido com uma vibe focada nos anos 1920. Todo o elegante conceito que norteia “Lost In You” é mais uma prova do pioneirismo da banda, que sempre passeou muito bem por diversos estilos ao longo de vinte anos de carreira. O Leela conta com Bianca Jhordão(Guitarra e voz), Rodrigo O’Reilly Brandão(Guitarra), Guilherme Dourado(Baixo) e Fabiano Paz (Bateria).

 

Links relacionados ao Leela:

 

+Chamada da entrevista do Leela em 2019:

Leela&Fausto Fawcett ! Parceria Certeira!

 

artigo publicado por popmix
tags