Rock&Roll Star

12 de dezembro de 2019

Liam Gallagher contagia fãs com dois grandes shows em Dublin

Por Vitor Diniz – Fotos : Bernardo Valle

Provavelmente, foram poucas as vezes em que um artista esteve em tanta conexão com seu público como Liam Gallagher  em seus dois shows em Dublin, durante sua atual turnê. O ex-vocalista do Oasis se apresentou na 3 Arena e, tanto no sábado, quanto no domingo, levou os oasismaníacos ao delírio. Uma galera toda bacana que desfilava com chapéus estilo Reni do Stone Roses, que a grife Pretty Green, do próprio Liam, resgatou.

Liam Gallagher, que está lançando o ótimo Why Me? Why Not, mostrou que está super em forma e foi o mentor de uma gigantesca festa rock na arena irlandesa. Sua voz ganhou fortemente toda a mega casa em ”Rock&Roll Star”, clássico do Oasis, que abriu as duas noites. Logo em seguida, veio ”Halo”, que está em seu novo álbum e que o Popmix já destacou como a música do ano. Liam, nessa faixa, ainda fez uma graça extra tocando uma flautinha, com a cabeça jogada para trás e apontando o instrumento para o alto. Muito cool! Ele fez o ritual nas duas noites. ”Shockwave” e ”Be Still” foram outras do novo disco que funcionaram bem demais em Dublin. Já ”Lyla”, lançada pelo Oasis em 2005, e que colocou a galera para pular muito no sábado, ficou de fora no domingo, mas ”Standy By Me”, outro clássico do Oasis, que não rolou na primeira noite, empolgou a todos na segunda. Paul ”Bonehead” Arthurs, que fez parte da formação original do combo dos irmãos Gallagher, marcou uma presença bonita, com sua guitarra em números do lendário grupo de Manchester.

Tudo muito emocionante, tudo muito do tipo There and Then (manja aquele histórico DVD?), pois ver um Gallagher ao vivo é sempre sensacional, ainda mais com a pilha legal que a plateia botava.

Hits do Oasis

Liam Gallagher mostra a cada dia, que, assim como o brother Noel, está mandando muitíssimo bem em sua carreira solo. Os fãs do Oasis, que tanto sonham com uma volta da banda, ”jogaram junto” com ele em Dublin, na força de seu carisma, e foram guiados por sua contagiante e inconfundível voz. O cantor inglês esteve super bem acompanhado com uma grande banda no palco(incluindo uma participação de seu filho Gene). Liam voltou  duas vezes para um encerramento maravilhoso com cinco faixas do Oasis. Isso aconteceu na verdade nas duas noites, com destaque para ”Roll With It”, no sábado, e ”Cigarettes& Alcohol” no domingo. Nesta oportunidade, ele cantou na reta final com o capuz de sua parca na cabeça e

parecia estar cada vez mais perto de seus fãs, naquela noite de domingo. Ali pulavam e confraternizavam, felizes da vida, representantes de ao menos três gerações de adoradores de uma das bandas mais cultuadas da história. A poderosa balada ”Once”, que também está em de Why Me? Why Not, deixou uma arena lotada cantando sua letra nos dois shows em Dublin, compondo um cenário e tanto, mais ou menos na metade do show.

A moçada do Twisted Wheel e o darling Miles Kane fizeram ótimos shows de abertura. E antes de Liam Gallagher pisar no palco, o som da casa mandava números de lendas como Slade, Thin Lizzy, The Jam  e Stone Roses. Toda essa atmosfera muito incrível, fomentou o lindo frenesi pop causado pelos irlandeses. Eles fizeram tudo para estar perto de Liam Gallagher. Na volta para a casa, a festa seguiu bonita, com os fãs cantando temas como ”Live Forver” dentro do Luas, o sistema de transporte público de Dublin. Dois concertaços de rock que vão ficar na memória.

Links relacionados:

+ Confira mais sobre os shows de Liam Gallagher em Dublin em nosso Instagram!

+ Liam Gallagher e seu ótimo novo disco

artigo publicado por popmix
tags