Té mais, Celso…

7 de agosto de 2012

Um difícil adeus a um dos maiores guitar hero do mundo.

.

.

.

.

.

Por Diogo Simões

 

Acabei de saber de uma notícia terrível. O único guitar hero brasileiro se foi…o circo perdeu seu tão amado mestre de cerimônia…morreu Celso Blues Boy.

Fragmentos de memória me vieram à cabeça no exato momento…solos lindos e errantes uivando através de lonas e estruturas de ferro…aquela vibe incrível e despretensiosa do fim dos 80 e início dos 90.

Celso foi uma figura de suma importância para a musica brasileira e principalmente para os cariocas da minha geração (30 a 40…maybe 50…). Era um artista único, com um blues brasileiro único e que como poucos,  levou sua carreira no limite da vida rock and roll, mas sem nunca, nunca perder a qualidade criativa. Claro que o tempo e o vento o fizeram diminuir sua qualidade técnica de performance…mas a essa altura, ele já era e Celso, e se era show do Celso, não precisava falar mais nada.

Celso Ricardo Furtado tinha 56 anos. Ele estava morando em Joinville, onde lutava contra um câncer na garganta.

Agora é entrar no clichê do grande espetáculo que nos aguarda lá em cima, torcendo para realmente estarem todos lá…

Valeu Celso…muito obrigado, pelos dias, tardes e noites ao seu som…ao som de Celso.